Buscar

Mulheres na tecnologia: cenário atual e como apoiar


Não é difícil pensar nos desafios das mulheres para ocupar espaços na sociedade. Na área da tecnologia a presença feminina é minoria desde as salas de aula até os ambientes profissionais.


Nas escolas, ainda na fase da infância, as meninas se deparam com um estereótipo de que “não são tão boas” em exatas. Como consequência, elas se afastam dessas áreas, não por questões de capacidade ou afinidade, mas por insegurança. De acordo com o site Programaria, as meninas – mesmo as que vão melhor – se sentem menos confiantes em matemática. 2 a cada 3 meninas, contra 1 em 2 meninos.

Gráficos que apresentam os seguintes dados: meninas preocupadas em enfrentar dificuldades em matemática = 66%. Meninos preocupados em enfrentar dificuldades em matemática=50%
Fonte: ABC da Igualdade de Gêneros na Educação: Aptidão, Comportamento e Confiança. Divulgado em: Programaria

Os desafios acompanham essas meninas até a fase adulta. Hoje, as mulheres encontram ambientes de trabalho pouco acolhedores, trabalham para ocupar espaços e conquistar lugar de fala. Em meio a tantas lutas que afetam a saúde mental e autoestima, ainda existe a diferença salarial. De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do IBGE, as mulheres ganham 30% menos do que homens na área de TI.


Estamos no caminho certo


Apesar dos obstáculos pelo caminho, estamos seguindo na direção certa. De acordo com matéria divulgada pela Exame, a presença feminina no setor tecnológico aumentou 60% nos últimos 5 anos. O que mostra que o interesse feminino pela tecnologia existe e está crescendo, mas que é preciso fortalecer a comunidade feminina na área.


Mas por onde podemos começar a fortalecer as mulheres na área da tecnologia?


A base para impulsionar as mulheres a se desenvolverem na área é oferecer suporte através da educação. Sabemos que a tendência é se afastar do desconhecido, a falta de conhecimento sobre qualquer tema gera insegurança e, consequentemente, um afastamento. Por isso, a existência de comunidades de ensino e mentoria são fundamentais para incluir as mulheres na área.


Além disso, se pergunte: quantos eventos organizados por mulheres você apoia? você acompanha conteúdos da área da tecnologia criados por mulheres?


A sua resposta para essas reflexões pode fortalecer e fazer a diferença na trajetória de mulheres que escolheram seguir o caminho da tecnologia.


Gostou desse conteúdo? Curta, comente e compartilhe! 💜